O problema dos navios iranianos

Trump proclamou de boca que estava fora do acordo de Paris. Aqui, até o Bolsonaro anunciou também de boca que sairia. Dois irresponsáveis, pois nenhum dos dois têm poder para acabar com o acordo. Tanto no Brasil como nos Estados Unidos, acordos internacionais são ratificados pelo Congresso e só o Congresso pode deliberar a respeito.

Aí alguém disse à Petrobras que está numa lista sujeita a sanções dos Estados Unidos se abastecesse os navios iranianos. Isso é proibido pelo Código Comercial. A Justiça corretamente mandou cumprir a lei e abastecer os navios. Para não cumprir, a Petrobras deve ter recebido ordem do governo, e o MPF também, e recorreu ao STF.

O Ministro Toffolli restabeleceu a ordem jurídica ratificando a decisão da Juíza. O Bolsonaro ainda não mandou cumprir a Ordem Judicial, o que é crime de responsabilidade do Presidente da República estabelecido pelo Artigo 85, inciso VII, da Constituição. Será que as Forças Armadas terão de assumir decisões do Governo e cumprir sua responsabilidade constitucional de fazer cumprir a Lei e a Ordem?

Esse problema surgiu com uma jogada FAKE do exterior mobilizando os babacas vira-latas daqui para cumprir sanções ao Irã que os Estados Unidos está proibido de fazer de acordo com Resolução do Conselho de Segurança da ONU.

Alguém viu ou tirou uma foto da tal lista? Não. Pelo Tratado, ela nem pode existir. E o Itamarati não sabe disso? E ainda faz Você, Bolsonaro, apoiar essa ameaça estrangeira a assunto interno nosso que nem poderia existir.

O que Trump quer é destruir o Mercosul.

Essa é a 4ª vez que tenta uma porta de entrada: leite em pó e trigo com imposto zero, que é o imposto do Mercosul.

Aumentar o INSS do Agro para reduzir nossa competitividade, e agora esse absurdo de represálias ao Irã para reduzir o nosso próprio mercado, que vende 2,3 bilhões do Agro ao Irã.

Quem tem segurado essas tentativas dos EUA é D. Cristina. Agora aproveitaram que ela estava na China? Represálias ao Irã por conta de que? Para dar suporte à trombeta do Trump de querer cancelar o Acordo Nuclear ocidental com o Irã, o que legalmente não tem poderes para fazer. E quer usar os vira-latas daqui para serem o único país do mundo a retaliar outro sem qualquer razão, e ainda tendo de assumir bilhões de dólares de prejuízo? Quem inventou e espalhou essa FAKE no mercado?

Enquanto D. Cristina destravou o Acordo do Mercosul com a União Europeia, e em seguida foi à China e destravou o acordo de lácteos que estava parado há 10 anos, tem gente no Governo querendo manter a destruição de nossa economia, parada há 6 anos.

Bolsonaro. Essa sua ingenuidade não existia na eleição. O povo aprovou o Brasil acima de todos. A qualidade de seu governo e o resultado para seu povo dependerá da qualidade dos técnicos que colocar nos ministérios. Países não têm amigos, têm interesses comuns.

Anúncios

Uma resposta para “O problema dos navios iranianos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s