Essa é sua, Bolsonaro

Como é que o Departamento de Estado Americano ameaça retaliações a empresas brasileiras se não cumprirem as ordens do Presidente Trump de não abastecerem de óleo os navios iranianos?

A ameaça obriga até a não permitirmos os navios atracarem no cais. Estão fundeados à distância do Porto de Paranaguá. De acordo com as regras comerciais a Petrobras tem obrigação de abastecer os cargueiros e a justiça já determinou o abastecimento. A Petrobras recorreu ao STF. Não pode se prejudicar por essa retaliação a seus negócios, sem qualquer relação com o programa nuclear iraniano. 

Na prática, Trump está fechando os portos brasileiros a navios iranianos.

O Irã é um mercado importante de nosso Agro. Reparem. Estão bloqueando a entrada de ureia, utilizado na produção de fertilizantes, que mantêm o Agro competitivo com o mundo, e proibindo o Agro de embarcar uma exportação de milho vendida ao Irã.

O que eles querem é enfraquecer o nosso Agro para abrir parte desse mercado brasileiro para os EUA. Tentaram exportar trigo e leite em pó com imposto zero. Bolsonaro negou endossando decisão de D. Cristina, do Ministério da Agricultura. Imposto zero é a prática do Mercosul. Querem destruí-lo para fornecer a esse mercado de 200 milhões.

Sugestões para acabar rápido com isso.

  1. Dar 48 horas para o Departamento de Estado tirar dessa lista de empresas passiveis de retaliações, todas as empresas brasileiras. Se não cumprirem, fechar imediatamente todos os portos brasileiros a navios americanos. Que utilizem os portos da Argentina e Uruguai e de lá de caminhão para o Brasil. O Trump ficaria responsável pelas despesas de aumento do frete.
  2. Dar ordens à Marinha para mandar atracar os navios carregando e descarregando suas cargas e abastecendo os navios do combustível que quiserem. A Marinha tem todas as condições prontas para executar tudo isso bastando um telefonema. Como o Trump faz tudo de boca para não ir aos tribunais, o governo brasileiro deve agir da mesma maneira. E, executado, esquecer o Trump e comunicar à Justiça que deixou de existir o assunto das ações. 
Anúncios

Uma resposta para “Essa é sua, Bolsonaro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s