Bolsonaro nas redes sociais

Afirma que o dever de todo cidadão é repassar o que divulga a todos. Não é dever, não. O ser humano é quem decide. Divulga se quiser, e se concordar.

Na minha opinião, Bolsonaro, não deve mais tocar no assunto: “Você agora é Executivo, e precisa esquecer que foi político!”

A análise dos fatos e de como foi a resposta do Governo revela apenas que o Presidente é mais preparado que a quase totalidade dos economistas, jornalistas, especialistas enganadores e a quase totalidade da corja que lhe cerca: ao menos fala VERDADES.

Citou os pilares sustentáveis:
1. doutrinação nas universidades;
2. distribuição de ajuda ao mais pobre, em vez de dar emprego e dignidade;
3. imprensa irrigada com verbas;
4. dinheiro da corrupção para eles e para o partido.

“Ganhamos e acabamos com o PT!” – Não. Está longe de deixar de ser uma ameaça.

Ora, é preciso acabar com o PT? É ameaça a quê? Bolsonaro, concentre-se nas suas obrigações com o Executivo.

Tenha em mente “desentocar” o PT. É quase impossível desentocar cérebros. O quer funciona é melhorar as perspectivas de vida pessoais, para que os cérebros dos cidadãos escolham o que é melhor.

A tática de reduzir a articulação deles é reduzir suas fontes de dinheiro, e o caldo social onde tinham um ambiente propício, e razões para pregar o comunismo.

É necessário ir desarmando suas estruturas lentamente, sem eles perceberem, e atuar com o máximo de empenho, decisão e rapidez para acabar com essa crise e restabelecer o funcionamento normal da economia gerando emprego.

O Ministro Paulo Guedes está repetindo exatamente o programa do Meirelles: Jogar a Reforma da Previdência no Congresso, para deixar todos com atenção e discutindo essa área, enquanto a crise segue. Quase chegaram lá: 55×45 e, pelas pesquisas, não é Bolsonaro que está crescendo, são eles.

1ª. Na educação, tem que colocar um ministro administrador. Nos EUA não conheci uma Universidade dirigida por um professor. São todos técnicos administradores. Vá lentamente colocando administradores nas chefias e esvaziando as atuais. A maior fonte de atuação deles nas universidades é o
estudante profissional. Não se gradua e nunca sai da universidade, tem tempo para doutrinar.

Depois: zero de verbas para a UNE. Acabe com o estudante profissional. Basta estabelecer na norma “para ter a universidade de graça, só através do mérito”. Na América, se estudante de nível superior não consegue notas em todos os cursos sete ou acima, é desligado, e se quiser se formar, que procure uma universidade paga. O povo não deve nem pode sustentar o custo de um incapaz ou de um vagabundo nas universidades.

O orçamento para educação é até maior, considerado per capita, do que nos países desenvolvidos. Porque a educação está tão precária? Porque 70% da verba de educação vai para os cursos superiores. Dê uma ordem ao seu Ministro da Educação para cumprir a Constituição!

Na seção Educação, artigos 205 a 214 da Constituição: o artigo 214 define até as metas de aplicação dos recursos. Exija o cumprimento da Constituição que você jurou cumprir. É de 1º mundo!

2ª. Não precisa alterar nada no social, nem adicionar benesses, para gerar apoio. Precisa gerar emprego e para isso, primeiro é necessário estancar a crise. A crise foi criada pelas portarias do MF e seria o Guedes quem deve emitir novas portarias para desafazer as do Mantega. Mas você também pode. Até agora
nem falou nada da crise que assola o país e divulga insistentemente que a crise é da Previdência e que, se ela for resolvida, vai voltar a gerar emprego. Pense um pouco. O que tem a ver previdência com emprego?

O investimento privado está zerado desde 2013, quando não havia problema da previdência. O investimento vai voltar, somente devido à Previdência? Não. Isso significa que o Governo continua seguindo o programa do PT, mantendo o país com 12 milhões de desempregados, ambiente propício para suas atividades. A diferença é que agora, é você quem estará mantendo o ambiente onde eles prosperam, e estão insistindo para que assuma essa posição.

3ª. Imprensa com verbas: Corte todas, inclusive ao máximo, as de propaganda do Governo. As realizações no sentido de dinamizar a economia serão sentidas pela sociedade. Anunciar programas, aquela tática enganadora do PT, ninguém mais acredita que algo vá ser realizado. O programa é para organizar as ações executivas, medidas pelos resultados não pela propaganda antecipada do que “irá” acontecer.

4ª. Dinheiro para o partido: demita por decreto todos os cargos em comissão no governo e em todas as estatais, institutos, universidades, etc., dando o prazo máximo de 60 dias para execução.

Segundo os dados do Ministério do Planejamento, os cargos comissionados representam 35% de toda a folha de pagamento do Governo e são 440 mil pessoas, ao todo, gastando R$ 100 bilhões anuais. Devia ter feito isso em janeiro, primeira ação para melhorar o ajuste fiscal e anulando financiamento do PT, que leva o dízimo desses cargos, isto é, R$ 10 bilhões anuais. Não explique: diga que, com a crise, não tem recursos e que precisa reduzir despesas. Assuma o comando. Foi o povo que o elegeu. O Ministério escolhido por você está trabalhando bem. O Paulo Guedes e os indicados pelo Olavo de Carvalho só estão lhe prejudicando e vendendo o país, jogando a responsabilidade para você.

Anúncios

Uma resposta para “Bolsonaro nas redes sociais

  1. Concordo c tudo, só discordo c relação ao P Guedes. Previdência é importante, mas tb acho q não pode ser tudo. Bj

    Enviado do meu iPad

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s