Carta a Miriam Leitão

É uma pena que uma jornalista quase de referência no país tenha sido aparelhada pelos comunistas para tentar influenciar a política para ajudar essa quadrilha que está destruindo o país.

O modo como o General Mourão se referiu aos negros, índios e aos portugueses gostarem de privilégios é um expressão ultra-simplificada de problemas que exigem análises profundas para entender porque evoluíram para a situação atual. Aí a senhora conclui, no seu artigo de 09/08/18, que o General teria apresentado o país como “racista”.

Ao utilizar essa palavra, a senhora parece desconhecer a Constituição, que determina que nesse país, todos são iguais perante a lei e, nos seus princípios fundamentais e no artigo 3º inciso IV, o Brasil deve promover o bem estar de todos, sem preconceito de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outra forma de discriminação.

Sugiro que a senhora leia o artigo 5º da Constituição e o seu inciso XLII. Racismo é um crime inafiançável. Por que a Sra. não propõe que o General Mourão seja processado?

Posso lhe garantir que nas Forças Armadas não existe discriminação. Os militares cumprem a Constituição. As Forças Armadas são o povo e “do povo”. Foi esse povo, misturado de negros, índios e portugueses, que construiu esse país por sua conta, com muito trabalho, e não deve nada a ninguém por isso. Esse país é do povo e é daí que vem o poder que deveria administrar o Brasil.

Mas os partidos políticos e os próprios políticos se organizaram em quadrilha para saquear o que pertence ao povo.

Esse negócio de dívida cultural, negra ou indígena, é apenas utilizada para dividir o país em “nós e eles” ou “brancos e negros”, uma tática medieval para dominar e negar a educação a eles, como
na época dos escravos. Mas acontece que todos votam e os pobres, afinal, representam um voto muito barato de ser comprado, razão pela qual foram mantidos 13 milhões de analfabetos no país.

Ninguém tinha cultura quando foi descoberto esse país. Até a cultura portuguesa era rudimentar, nos idos de 1500, e mesmo nos idos de 1800. Essa mistura de gente que estava no Brasil, junto com quem veio para o Brasil, foi o que construiu a 6ª. economia do mundo.

Aí vêm os políticos, mudam as regras da economia, colocam a indústria nacional sem condição de competitividade com a indústria estrangeira, provocam o fechamento de 25.800 indústrias, 100 mil lojas e, consequentemente, criam uma massa de 13 milhões de desempregados. Instalaram uma crise sem precedentes para sustentar seu programa de domínio do poder.

O povo, a duras penas, demitiu a Presidenta que produziu esse descalabro e todos esperavam que o Governo Temer fosse restaurar as condições operacionais das empresas. Nada. Foi tudo uma enganação, com a Justiça e o Congresso combinados. O novo-velho Governo continua e manteve todas as regras e condições favoráveis para a destruição da economia. Continuou saqueando o país e ainda tem coragem de celebrar a inflação baixa (porque o povo não tem dinheiro para comprar mais nada).

A senhora sempre deu cobertura ao Governo, inclusive celebrando essa inflação baixa, mostrando a eficiência do Governo Dilma, depois do Governo Temer e seu Banco Central. É porque a economia não afetou seu emprego… Todos os jornais, faturando, subsidiados pelo bilhão de reais da verba de propaganda do Governo para manter todos enganados enquanto os políticos sugam
mais e mais dinheiro para comprar votos nessa eleição. O povo que pague para ser enganado!

É uma pena. A senhora já foi uma idealista. Depois se tornou uma jornalista respeitada que pesquisava antes de escrever, mas tudo indica que passou a ler a cartilha do Controle da Mídia do Governo e coloca-a nos seus artigos. Como a senhora tornou suas críticas públicas, vou também colocar esses comentários no meu BLOG, já que o controle da mídia não permite sua publicação nos jornais. Afinal, é aquilo: numa redação, quando o dinheiro entra pela porta, a liberdade pula pela janela.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s