Bolsonaro pode ser presidente

Manchete com foto de página inteira na capa da revista ISTO É e seis páginas descrevendo a “AMEAÇA TOTALITÁRIA” de um pretendente a candidato ao Poder Executivo nas próximas eleições.

O povo brasileiro é o mais alegre, mais participativo, mais solidário do mundo. Sofre, mas não chia. Conheço muitos dos outros. Outro dia recebi e-mail dizendo ter ouvido o Fabio Rabin dizer que um garoto falou, “Bolsonaro 2018”. Perguntou por que votar em Bolsonaro em 2018, a resposta foi: “porque é o único que não rouba”.

Vejam a que ponto chegamos. Também não consigo identificar um político sério que possa assumir posições no Executivo. Se o governo não sair via
solução tipo Bolsonaro, a solução é intervenção militar para demitir todos os ladrões.

O país foi conduzido a maior crise de nossa história. Por ação direta do Poder Executivo, foram destruídos 25.800 estabelecimentos empresariais e como consequência eliminando 14 milhões de empregos. Obrigou a uma multidão dormir nas calçadas por não ter mais dinheiro para pagar aluguel.

Para sobreviver seis milhões vivem de biscate onde não existe 13º salário, FGTS, nem INSS e o governo celebra como solução para o desemprego. Três milhões foram devolvidos à miséria absoluta e lá estarão esquecidos até as eleições, quando passarão a ser votos baratos de comprar. Com a liquidação das empresas, a arrecadação de impostos caiu durante quatro anos seguidos e inviabilizou financeiramente todos os Estados e Prefeituras.

Agora com o lucro e IR das empresas reduzidos, o governo também não tem recursos para repassar e o restante dos governos deixou de pagar aposentadorias, atrasar salários, e apesar de tudo isso estar acontecendo, o povo não grita, não destrói patrimônio, quando faz manifestação é ordeira. Mas o povo está ficando com raiva e irritado com o governo. Cuidado para não levá-lo a linchar políticos nas ruas.

O governo colocou políticos nos ministérios para administrar os orçamentos levando o máximo de propina. Os políticos do governo não têm o mínimo de
compostura, pois desviam dinheiro até da merenda das escolas, dos medicamentos dos hospitais onde o povo morre na sala de espera, pois 1,5
milhões tiveram de cancelar seu seguro saúde.

Que governo é esse? Qualquer um, não sendo ladrão nem comprável, é melhor do que todos os canalhas do governo juntos.

Apesar da Lava-jato ter mandado para a cadeia um bando de corrompidos, está difícil mandar os corruptores, nomeados, que controlam o dinheiro e exigem dos contratados a propina para fornecer os materiais. Como se sentem protegidos pela quadrilha montada no Governo, junto com
o Congresso e parte da Justiça, agora estão ficando debochados, inventando que propina é empréstimo e receber mala com 500 mil reais filmada e com
testemunhas “não é flagrante”. Não pensem que enganam o povo desse jeito…

Hoje uma jornalista mostrou surpresa no jornal pois, apesar da propaganda do governo espalhar por todas as mídias que acabou a crise e agora o país
vai crescer, 97% do povo continua contra esse governo.

O povo sabe o que faz. A manifestação de revolta contra isso é que o Bolsonaro apareceu de repente já com 20% das intenções de voto.

Existe um ditado dos sábios: “ninguém consegue enganar muita gente muito tempo”. O povo sabe quem são.

O governo não engana mais ninguém. Querem ficar donos do país para sempre e para isso continuam os propinodutos das desonerações e os 440 mil cargos em comissão, exatamente o que garante mais de um milhão de votos pagos pelo Tesouro. Isso custa 100 bilhões por ano, e se esses pelegos fossem demitidos e liquidadas as desonerações e isenções, o ajuste fiscal já ficaria reduzido ao nível de administração das despesas. Mas o governo, na realidade, usa o ajuste fiscal e a recessão para chantagear toda a sociedade, forçando o povo a aprovar uma reforma previdenciária que desestabiliza o futuro de todos os trabalhadores, mas que garante o dinheiro previdenciário nas mãos no ano de eleição.

Para obter mais dinheiro estão pondo a venda até patrimônio do povo e terras de nosso território e juntam esses recursos à arrecadação e dizem que o pais saiu da crise produzida pelo PT: a culpa sempre é dos outros. Temer é sócio do PT!

Pertencia à mesma chapa, mas passou a culpar D. Dilma para não ser cassado pelo TSE, devidamente aparelhado para não aceitar provas. Os do governo querem é ser reeleitos. O sacrifício imposto ao povo é para empobrecê-lo e gastar menos na compra dos votos necessários à reeleição.

Talvez não sirva para nada se o povo se polarizar em um MITO, não no dinheiro. Essa é a razão de estarem apavorados com a ascensão do Bolsonaro e já começaram a mobilizar a mídia para tentar desmoralizá-lo.

Vejam o título: “AMEAÇA TOTALITÁRIA”… Como alguém pode ser ameaça, se nem candidato ou deputado é?

A real ameaça que sofremos é a ditadura da quadrilha montada pelo Governo para permanecer até o fim de 2018. Ou se comportam até as eleições ou certamente as Forças Armadas vão intervir para devolver a ordem a esse país e colocar os ladrões na cadeia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s