Até quando?

O enganador Temer vai continuar espalhando manchetes da economia recuperada e o seu Ministro da Fazenda Meirelles afirmando que agora o Brasil vai crescer. Agora vai?

É a terceira vez que o enganador vai dizendo isso para ir empurrando os cargos de ambos com a barriga até 2018. “O Brasil está aberto aos grandes investimentos, afirma Temer”. Grande pronunciamento do enganador metido a estadista. Todos os países estão abertos a grandes investimentos. Palavras ao vento. Isso é só para ver se melhora a repulsa de 95% do povo por seu governo.

O Ministro Levy foi a Davos na Suíça e a New York tentar convencer investidores a investir aqui. Depois foi o Meirelles, e depois o próprio Temer foi a NY e nada. Não conseguem enganar mais ninguém, nem aqui nem no exterior. Só conseguem enganar o povo que não conhece economia. Um dos maiores investidores no país, como presidente da FIESP, publicou em manchete no Estadão: “Só maluco investe nesse país”. E como não tem maluco jogando dinheiro fora, o Estadão de 02/09/17 destaca em manchete: “Investimento tem o pior nível desde 1996”. E não é culpa dos investidores brasileiros nem estrangeiros. É culpa do governo que intervém na economia a cada 20 minutos há 20 anos e continua interferindo com mais impostos e novas regras todo mês. Não querem crescimento e sim o dinheiro das empresas.

Os brasileiros investiram no exterior via Banco Central 400 bilhões de dólares até 2013, o BC não informa os valores atuais. Não é falta de dinheiro para investir, haja visto que os setores vinculados à exportação, protegido do governo por legislação do Congresso, investem, crescem e geram 20% da riqueza do país através do agronegócio, dos minérios e das exportações de manufaturados. O problema é que exportação não paga imposto e
a arrecadação não dá para pagar as contas do país, mas quem destruiu um monte de empresas que geravam 30% de impostos sobre tudo o que produziam foi a competentíssima equipe econômica responsável pelos 13 milhões de desempregados e pelo caos a que conduziram o país com duzentos milhões onde nada funciona direito.

O governos federal e os governos estaduais avançam sobre os recursos dos respectivos Tesouros, que pertencem ao povo, negociando com empresas inidôneas a desoneração dos impostos que deveriam recolher mensalmente e dividem o produto do butim entre a empresa e os políticos que concederam esse privilégio.

Sem essas receitas alguns Estados já estão falidos. O Rio de Janeiro abriu mão de R$ 172 bilhões de receitas e agora quer empréstimo para pagar as contas. Pagar o empréstimo sem receita? Como? Por que não acabam com as desonerações? É porque os políticos não permitem acabar com esse mensalão gordo.

Já foram à Justiça, mas os desembargadores disseram que não podiam cancelar as desonerações porque poderia desestabilizar as empresas agraciadas. Elas não podem ser desestabilizadas, mas o país todo pode? Isso é uma decisão comprada. Desoneração é proibida pela Organização Internacional do Comércio, do qual o Brasil é signatário – é um expediente inconstitucional porque desiguala os contribuintes perante a Lei e assim se destrói o livre mercado, pois, como pode uma empresa que paga 30% de impostos competir com uma que está isenta?

Se demorar pra consertar, isso mata todos os concorrentes. Esse propinoduto é em parte responsável pelos 13 milhões de desempregados e o fechamento de muitas empresas.

Com o Governo Federal ocorre o mesmo, mas foi ele que implantou um rombo de 170 bilhões anuais, rombo esse que é coberto com emissão de dinheiro pelo Banco Central, todos os meses, caso contrário já teria falido como o RJ.

É esse o governo enganador que temos. A maioria das informações veiculadas aqui são proibidas de ir para a mídia, controlada mais ditatorialmente do que no tempo da ditadura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s