Governo de saqueadores

Até quando os trabalhadores e seus sindicatos vão concordar em serem roubados? Foi montada uma quadrilha de políticos que tomaram conta do Governo e decidiram partilhar do botim de todo o dinheiro disponível no país. Eles não têm o menor escrúpulo.

Saquearam todos os fundos de pensão da Petrobras, Caixa, BB, Eletrobras, Furnas, Correios. Dinheiro dos empregados, agora é que foram revelados os números. Foram desviados 70 bilhões de reais. Saquearam também os ativos dessas empresas deixando-as com sua estrutura financeira abalada. Tudo aparelhado pelo Governo através de ladrões nomeados para cargos em comissão. Sumiram com o dinheiro! Roubo com boa cobertura. Mas os trabalhadores estão tendo descontos elevados de salário para repor o roubo das suas aposentadorias dessas empresas.

Mesmo esquema de roubo no FGTS. O Governo nunca contribuiu para o FGTS, mas determinou que a Caixa Econômica Federal seria o administrador do Fundo, e o banco recebe 4 bilhões por ano por esse serviço. Que serviço? Há um ano foi publicado que deixaram de ser recolhidos ao FGTS 12 bilhões de reais: quais providências tomou o administrador para corrigir isso?

Nada, o dinheiro não é dele, só atua administrando o desvio de recursos. O Governo aparelhou seu Órgão Curador colocando na sua presidência o Ministro das Cidades. O que o Governo está fazendo nesse órgão, se ele não contribui e o dinheiro é dos operários?

Como tudo nesse governo, transformaram a Caixa Econômica Federal em administrador fraudulento, sem fiscalização do Banco Central, por ter sido também aparelhado pela quadrilha. Emprestaram dinheiro a rodo, com juros de 3% (e até a fundo perdido) quando a inflação era de 6,5% e até 9% e essa diferença era dividida entre o tomador e quem concedia.

Quando a Câmara, como representante do povo, aprovou um projeto para somente permitir empréstimos do FGTS com juros iguais ao das cadernetas de poupança, o Renan Calheiros, presidente do Senado, sentou em cima do projeto e não se fala mais nele, porque reduziria as receitas dos distribuidores das propinas do PMDB. Os sindicatos devem exigir a transferência imediata do FGTS do administrador Caixa para um Fundo organizado por Banco Privado. Nenhum Fundo de aposentadoria do setor privado tem rendimento menor que 1% ao mês ou 12% por ano.

A diferença de 3% ao ano, para 12% ao ano, é o que constantemente estão roubando dos trabalhadores. Passando para Banco privado os rendimentos são 3 vezes maiores e não há roubo.

Os sindicatos têm todas as condições para agir, exigir e se necessário solicitar reintegração de posse do FGTS ao Judiciário. Os trabalhadores são os donos do FGTS, não o Governo. Cada operário tem uma conta corrente em seu nome na Caixa, onde são feitos os depósitos. O que faz o Governo no Fundo Curador?

Sindicatos, exijam a reformulação do órgão curador expulsando todos do Governo! O dinheiro dos trabalhadores tem de ficar a salvo dos ladrões e devem exigir fiscalização do Banco Central para auditar a administração desse Fundo, como é regra geral para os demais fundos privados, exceto para os fundos administrados pelo Governo, para dar cobertura aos ladrões…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s