Inflação

A razão desse artigo é explicar ao público desse país para que não seja enganado pelo Governo e pelos marqueteiros da mídia.
1. – a causa da inflação
2. – como ela afeta o povo
3. – como ela afeta as empresas
4. – O papel do Banco Central em relação à inflação.

1 – A causa da inflação

Há pouco mais de 2000 anos quando César era Imperador de Roma começou a haver o descontrole dos preços das mercadorias. Mandou construir um mercado onde as mercadorias pudessem ficar disponíveis para aquisição. Em pouco tempo as prateleiras do mercado começaram a ficar vazias e a maioria das transações era realizada por fora no “câmbio negro”. Analisaram as razões para o que estava ocorrendo e chegaram à conclusão que era porque César estava gastando mais do que conseguia arrecadar de impostos para poder financiar as suas legiões que estavam dominando o mundo.

Inflação vem se repetindo no mundo desde aquela época e a razão é uma só: o Governo gastar mais do que coleta de receita. Isso vem ocorrendo no Brasil há muito tempo, pois os políticos querem gastar sempre mais para ganhar prestígio de realizadores. Na realidade, quanto mais depreciam o valor da moeda menos realizações podem ser realizadas devido à majoração dos preços. Esse fato ficou visível no Governo Dilma quando o aumento da inflação deixou quase todos os projetos no meio do caminho sem dinheiro para acabá-los.

É preciso diferenciar inflação de ajuste de preços no mercado. Essa oscilação de preços dos produtos oferecidos ao público sobe e desce em função de condições climáticas, problemas de transporte, safra maior ou menor, variações de preços no mercado mundial, demanda inesperada maior ou menor. Nada disso é inflação. Somente ajustes do mercado. O Governo não deve interferir nesses ajustes como aconteceu com o preço controlado dos combustíveis causando um rombo financeiro na Petrobras.
Inflação aparece quando o Governo começa a gastar mais do que arrecada. Isso é proibido pela Lei Orçamentária e quase colocou a Presidente Dilma no banco dos réus no final de 2014. Foi salva por um Congresso corrupto que dividia com ela o saque à Nação. Ela esqueceu que, ao assumir a Presidência, jurou no Congresso cumprir as Leis do país, mas não cumpriu a Lei Orçamentária. Para ela nem juramento vale. O Brasil, para se tornar um país desenvolvido, com bem estar social generalizado, não pode ficar sujeito à administração de políticos dessa espécie. Tem que mudar.
O déficit nominal – diferença entre receitas e despesas – que em 2012 foi de 108 bilhões de reais subiu para 157 bilhões em 2013 e para 343 bilhões de 2014. Para um fluxo calculado para os últimos 12 meses, em março de 2015 alcançou 436 bilhões. Com tal orgia de gastos, a inflação de 12 meses que era de 6,43% em dezembro de 2014 já subiu para 8,13% em março de 2015.
Para estancar esse déficit nas contas públicas o Governo está aumentando a receita via aumento de impostos em todas as áreas. Estão esquecendo que o Governo PT queria destruir a indústria, que é a maior fonte de produção de riqueza no país, e toda a armação do Mantega para conseguir isso continua em vigor, com exceção da Petrobras que deixou arrasada.

Como imposto é custo, vai ajudar a destruir o que sobrou das empresas e com isso a tendência é continuar a redução do PIB e das receitas do Governo via produção da indústria. Os três primeiros meses desse ano já provaram essa afirmação. Isso tem que mudar rapidamente.

2 – Como a inflação afeta o povo

Tudo vai ficando mais caro no mercado e como o salário não é corrigido na velocidade da inflação, o dinheiro disponível para se viver vai ficando cada vez mais escasso. A solução é reduzir as despesas e as compras, razão de já se ver tantas lojas fechando. Não dá mais para empresariar nesse país. O povo está ficando sem opção para se desenvolver e viver nesse país que tem tudo para ser dos melhores do mundo.

Com inflação, o Governo rouba o povo continuamente, o que faz torná-lo mais pobre e o espectro do desemprego já está atormentando os trabalhadores. É preciso acabar com isso.

3 – Como afeta as empresas

A inflação obriga as empresas a aprimorarem seus sistemas de custos para poder acompanhar as oscilações do mercado. Ao aumentar os preços para se proteger da inflação, tem que enfrentar queda de vendas. A queda de vendas obriga à redução do pessoal efetivo para reduzir custos. A lucratividade da empresa cai, prejudicando seu desenvolvimento e os seus acionistas.

Hoje já se observa em todo o país a redução do pessoal empregado. E tudo isso porque o Sr. Lula ficou com a obsessão de ser o dono desse país. O PT continua clamando aos ventos que é o partido dos trabalhadores. Na realidade é o Partido dos Enganadores  e Dona Dilma é a Chefe deles. Ela nomeou o Dr. Levy para enganar que agora iria trabalhar com seriedade, mas continua atrapalhando as medidas sérias propostas por ele, mandando-o negociar. E continuam sem conseguir vislumbrar qualquer novo rumo para a economia, que continua a se deteriorar.

4 – O Banco Central e sua relação com à inflação

O Banco Central é o administrador da moeda do país e em princípio não tem nada com a inflação. Dona Dilma, para se livrar das pressões contra os gastos do Governo, causa da inflação crescente, jogou o problema para o Banco Central como se ele pudesse controlar a inflação. Na realidade estava fazendo o jogo enganador do PT jogando a culpa em outro. A única ação que o BC pode tomar é elevar o juro para reduzir a atividade da economia. E é o que tem feito.

Quando o Presidente do Banco Central veio a público sugerindo que Dona Dilma reduzisse o número de Ministérios para reduzir as despesas do governo, recebeu um NÃO imediato, publicado em todos os jornais. Agora que a inflação aumentou muito, já estão querendo jogar a variação do dólar também como agente da inflação. O item 1 mostra os números que provam a causa dessa inflação que assola os brasileiros.

Em 13/04/2014, em entrevista ao Estadão o Dr. Armínio Fraga, ex- presidente do Banco Central diz textualmente “O gasto público deveria ser limitado por uma Lei”. Se for aprovada pelo Congresso a reforma tributária da PEC 474 (semelhante à proposta que consta do Blog) o país fica livre da inflação porque o Governo somente pode gastar o que for arrecadado como imposto único. E o Governo fica impedido de criar impostos.

Para gastar mais é preciso trabalhar do lado da receita com a economia crescendo, gerando mais impostos ou reduzindo as despesas correntes do Governo. O Governo Dilma está somente aumentando os impostos para aumentar a receita, mas nem sequer fala em reduzir a despesa com os 24.500 funcionários nomeados para cargos em comissão (nos Estados Unidos são somente 100) com salários da ordem de R$ 7.000,00 e com obrigação de recolher 10% para o PT. Na realidade ela está aumentando os impostos para que o povo fique pagando esses seus pelegos que não têm risco de desemprego. É assim que Dona Dilma administra esse país. Está na hora do Congresso fazer uma Lei de Administração do País.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s