Os desafios da economia – parte 7

O Estadão de 8/09/14 publicou em 10 páginas o caderno especial sobre as eleições – Economia – contendo numerosos comentários de analistas que
são resumidos em 7 manchetes lá realçadas. Aqui está comentada a n°7.

7. Desigualdade não sai da paisagem.

Essa política foi criada pelo Governo Lula para gerar conflitos no meio do povo e facilitar eles se apropriarem do poder. Esse é um país que nunca teve conflitos raciais ou luta de classes. Essas são heranças do mundo medieval que se disseminou pelo mundo dito civilizado.

O Brasil nasceu misturado e talvez até por essa causa se tornasse um povo extremamente solidário, amigo e comunicativo, seja com quem for. Como sempre fui do povo, sabia que iríamos receber os visitantes para a Copa do Mundo descontraído e aproveitar para fazer uma festa. Até os índios, que fazem parte dos excluídos pelo governo, mas são brasileiros, se tornaram amigos dos alemães. A Copa do Mundo evidenciou isso.

Esse Governo afastou-se tanto do povo, que estava com medo que os visitantes fossem hostilizados. É o Governo está sendo hostilizado pelo povo que está ficando com raiva por estar pedindo mudanças e continuar a ser enganado. É o Governo que tenta encobrir a destruição das oportunidades do povo de melhorar de vida para que o PT ganhe eleição e permaneça no governo. Esse povo elegeu um operário como Presidente da República e nunca se viu qualquer preconceito pessoal. Esse país tem cerca de 2 milhões de judeus e dois milhões de árabes que aqui nunca brigaram. Todos convivem, trabalham e frequentam os clubes juntos, numa boa. Nunca soube de discriminação entre raças aqui. As raças aqui são as das origens de onde vieram. Os japoneses, alemães, italianos, árabes, espanhóis, chineses e africanos que emigraram para o Brasil abandonaram definitivamente os preconceitos entre eles e os hábitos originais, e adotaram os costumes dessa sociedade onde vivem, a melhor do mundo, uma só com total harmonia das diferentes partes desse imenso país.

O Brasil é o único país do mundo assim e com um monumental ativo de oportunidades de desenvolvimento autônomo que podem garantir trabalho e ascensão de bem estar e cultura sem problemas para os duzentos milhões que aqui vivem hoje. Hoje são todos brasileiros integrados na sociedade e trabalham juntos.

Os negros africanos trazidos à força pelos “civilizados” foram aqui submetidos por eles à escravidão. Nos EUA fizeram uma guerra para e acabar com a escravidão, mas permaneceu o preconceito contra os negros. Aqui foram libertados por um decreto. Muitos ficaram à margem da sociedade porque ficaram pobres e sem emprego. Ficaram lutando pela sobrevivência, e nossos governos sempre foram incompetentes para administrar os problemas do povo. Mas aqui nunca se soube de alguém morrer de fome, como acontece na África.

Esse povo é solidário. O Governo não é, e rouba até o auxílio doado aos necessitados das catástrofes. Aqui só não prestam o Governo, os políticos e os bandidos. O povo quer mudanças para ter um Governo que o represente. Até isso lhe foi roubado. O PT aprovou a lei dos partidos que retira a liberdade do povo indicar seus representantes. Só os políticos safados podem se candidatar a eleição e escolher os ladrões que vão saquear o Tesouro do país.

O Governo tenta ressuscitar preconceitos que existia num mundo dito civilizado, mas que ainda não tinha evoluído pela educação existente na época. Eles procuram administrar o país com políticas mundiais de cem anos atrás!

Essa política só encaminha o país para o atraso daquela época. Não é por acaso que a posição do Brasil no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da ONU tem piorado todos os anos com a insistência do governo em perseguir o atraso e agora já alcançamos o 79° lugar no mundo. E sempre tem uns adeptos radicais que se colocam como os guardiões dos direitos humanos e se auto-julgam os gurus da sociedade, mas na realidade ganham um bom emprego sem trabalhar para direcionar as ações do Governo para que os excluídos da sociedade brasileira continuem como excluídos, porque o voto dessa gente custa mais barato comprar.

Cerca de 1⁄4 da população brasileira é formada pelos excluídos e continua a mesma passando pelos diferentes governos. O número de analfabetos também não é reduzido e continuam uns 15 milhões de brasileiros. Os políticos fizeram uma lei em que eles podem votar. Um voto mais barato ainda!

O Ministério da Educação trabalha para acabar com os analfabetos? Não. É falta de dinheiro? Não, pois mandam 1000 bolsistas/ano estudar no exterior. Essa quantidade de 15 milhões de permanece a mesma, ano após ano. Para isso acontecer o Governo tem uma administração eficiente para manter os votos compráveis. Se essa mesma eficiência fosse utilizada para acabar com essa vergonha nacional, em poucos anos o analfabetismo desaparecia.

A Constituição diz que os nascidos aqui são brasileiros e cidadãos, que todos são iguais perante a lei e têm direito a saúde e educação. Nós nascemos misturados, de todo tipo de gente. O povão não tem alma de segregar ninguém. Querem importar essa aberração humana, que não existe no povão brasileiro. Nesse ponto temos a melhor Constituição que existe no mundo. Não tragam atraso social para esse país!

Já vi e constatei a que ponto a crueldade humana pode chegar em vários países e já aconteceu aqui durante a escravidão. Deixem a gente brasileira como é. Levem apenas educação, suporte de saúde e orientação para que os excluídos produzam e possam se auto-sustentar, integrando TODOS na nossa sociedade. Os que preferem o atraso, por favor, peguem um avião e procurem vender essas ideias em países onde elas ainda prosperam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s